Vale a pena produzir energia solar na sua casa? Atlas brasileiro mostra potencial de geração geograficamente

Vale a pena produzir energia solar na sua casa? Atlas brasileiro mostra potencial de geração geograficamente
15 dez 2017

Aqueles que se interessam pela produção de energia solar no Brasil agora têm um aliado: é o Atlas de Energia Solar do Estado do Paraná.

Desenvolvido pela Itaipu Binacional, em parceria com o Parque Tecnológico Itaipu, a Universidade Federal Tecnológica do Paraná e o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais, o atlas mostra informações sobre potencial de geração de energia solar.

A ferramenta confirma o grande potencial do Estado do Paraná, que – vale lembrar! -, embora tenha menos potencial do que outros Estados brasileiros, ganha de muitos países europeus. Com o Atlas, é possível ainda prever de antemão a capacidade de energia do local, até mesmo para instalação residencial.

O professor Gerson Máximo Tiepolo, coordenador do Laboratório de Energia Solar da Universidade Federal Tecnológica do Paraná e um dos autores do estudo, explica que o Atlas permite saber com precisão a energia solar disponível em cada um dos 399 municípios do Paraná, inclusive de acordo com a época do ano.

LEIA TAMBÉM: Quanto você economizaria se produzisse energia solar em casa? Faça simulação e descubra!

O projeto utilizou uma modelagem matemática que mede o espalhamento da energia solar no território, aliando imagens de satélite, estações do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais e estações do Instituto Nacional de Meteorologia, considerando variáveis que influenciam no aproveitamento da energia solar – como altitude, visibilidade, temperatura do ar e umidade relativa.

Assim, qualquer pessoa – sem conhecimentos avançados de energia – pode consultar e compreender os dados, disponíveis no site, e decidir se vale a pena ou não investir na produção de energia solar na sua casa. Uma boa ferramenta para ser disponibilizada para todas as regiões do Brasil, não?

Foto: IIP Photo Archive/Creative Commons



Mattheus Goto
Mattheus Goto

Estudante de Jornalismo da Faculdade Cásper Líbero, repórter na COP 23, estagiário no The Greenest Post e apaixonado por música, arte e histórias de vida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *