Asilo mantém creche em suas dependências para idosos fazerem companhia a crianças (e vice-versa)

Asilo mantém creche em suas dependências para idosos fazerem companhia a crianças (e vice-versa)
13 ago 2015

Idosos que vivem em asilos, muitas vezes, sofrem com a solidão. Crianças pequenas, cujos pais precisam trabalhar, necessitam de alguém para ficar de olho nelas. Então, por que não juntar o útil ao agradável e promover o encontro desses dois grupos? Esta foi a sacada do lar para idosos Providence Mount St. Vincent.

Localizado em Seatle, nos EUA, o asilo mantém uma creche em suas dependências, que recebe crianças de até 5 anos de idade. Com acompanhamento de profissionais capacitados, meninos e meninas passam o dia com os idosos, fazendo atividades como dança, pintura, contação de histórias e música.

Batizada de Intergenerational Learning Center (Centro de Aprendizagem Intergeracional, em português), a iniciativa só traz ganhos para as crianças e os idosos! Enquanto eles têm a oportunidade de se ocupar e retomar o sentimento de “família” que, muitas vezes, perdem nos asilos, elas passam o dia se divertindo e aprendem, desde cedo, a respeitar os mais velhos e a conviver com as diferenças. Não é uma ótima troca?

A ideia deu tão certo que o governo do Estado de Washigton já está, até mesmo, oferecendo ajuda de custo para famílias carentes que gostariam de colocar seus filhos na creche do asilo Providence Mount St. Vincent, mas não têm condições financeiras.

Curtiu? Então, você não pode deixar de assistir ao documentário Present Perfect (Presente Perfeito, em português), que conta a história da iniciativa. O filme será lançado em breve, graças a uma campanha de crowdfunding, mas só o trailer já é para lá de emocionante. Assista, abaixo!

Foto: Divulgação/Providence Mount St. Vincent



Débora Spitzcovsky
Débora Spitzcovsky

Débora Spitzcovsky é jornalista, formada pela Universidade Metodista de São Paulo e, desde o início da carreira, atua na área da sustentabilidade. Atualmente, é analista de comunicação sobre o tema na Duratex

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *