Apple aposta em reciclagem de alumínio para seu novo Macbook air

Apple aposta em reciclagem de alumínio para seu novo Macbook air
28 nov 2018

A Apple já havia cantado a bola lá em meados de 2017: estavam trabalhando em um método de utilizar alumínio reciclado em seus produtos. Isso porque o lixo eletrônico é, definitivamente, o resíduo mais nocivo para o meio ambiente (e cada vez mais comum na nossa sociedade).

Recentemente a empresa oficializou seu novo marco alcançado, a utilização exclusiva do alumínio reciclado no novo modelo do Macbook air – que possui apenas 1,56 cm de espessura (vs. 1,94 em sua primeira versão). Além do Macbook air, o Mac Mini, pequeno computador de alto rendimento, também foi fabricado com alumínio totalmente reciclado e 60% de plástico reciclado.

Segundo a Apple, a iniciativa reduziu pela metade a pegada de carbono de seu produto. Entretanto, a conta realizada pela empresa não foi divulgada e ainda não sabemos o quanto o processo utilizado realmente preserva os recursos naturais – já que pode-se gerar muitos tóxicos e resíduos na cadeia produtiva.

Os anúncios recentes fortalecem ainda mais a imagem da empresa, que faz grandes investimentos para minimizar impactos ambientais gerados por suas produções. O alumínio é grande parte do impacto ambiental da Apple, responsável por um quarto das emissões de carbono da empresa – de acordo com o relatório da própria empresa.

Alguns ambientalistas acreditam que a utilização de matérias primas recicladas não deveria ser o foco da empresa – bastasse descartar a obsolescência programada de seus produtos e facilitar o reparo e troca de bateria, por exemplo. Ao durar mais, os dispositivos não seriam trocados e consumidos com tanta frequência, o que impactaria diretamente no lucro da empresa.

Leia também:
Apple vai investir US$ 1,5 milhão em pesquisas para gerar energia com as ondas do mar

Apple constrói duas novas usinas solares na China

Foto: Divulgação



Jéssica Miwa
Jéssica Miwa

Mãe do Gael, Googler, jornalista e cofundadora do The Greenest Post. Acredita em pequenas ações que podem mudar o mundo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *