Abaixo o desperdício! Rede de supermercados vende alimentos ‘feios’ com 30% de desconto

Abaixo o desperdício! Rede de supermercados vende alimentos ‘feios’ com 30% de desconto
25 jan 2016

Sabe aquela maçã que está amassadinha? Ou a batata que cresceu em um formato não muito convencional? Todos os dias, esses e outros tantos alimentos “defeituosos” são jogados no lixo por não terem valor comercial. Mas não nas lojas da rede Loblaw, umas das maiores cadeias de supermercados do Canadá.

De olho em diminuir o desperdício de alimentos (e, claro, em agregar valor à sua marca), a Loblaw lançou sua própria linha de “alimentos feios”, a no name® Naturally Imperfect™. A ideia é oferecer ao consumidor frutas e legumes de qualidade, que iriam para o lixo por uma questão meramente estética, a preços mais baratos.

À venda desde dezembro de 2015, os alimentos da linha são 30% mais baratos do que os seus “concorrentes” mais bonitos e estão fazendo o maior sucesso nas prateiras das lojas Loblaw. Por enquanto, a marca comercializa apenas maçãs e batatas feias, mas a ideia é aumentar a variedade de produtos, já que os consumidores estão respondendo bem à ideia.

“Nós nos importamos muito com a aparência dos alimentos, em vez de valorizar seu gosto. Uma vez descascada ou cortada, uma maçã feia é uma maçã como qualquer outra. Não dá para saber se ela tinha manchas ou estava deformada”, diz Ian Gordon, vice-presidente sênior da rede de supermercados. no name® Naturally Imperfect™ é um grande exemplo de como a Loblaw e seus fornecedores se uniram para encontrar uma forma inovadora de oferecer alimentos nutritivos e frescos para os consumidores, a um preço excelente”, completa.

Nós amamos! Afinal, quem vê cara não vê coração (ou saborzão, no caso)…

Foto: Divulgação/Loblaw



Débora Spitzcovsky
Débora Spitzcovsky

Débora Spitzcovsky é jornalista, formada pela Universidade Metodista de São Paulo e, desde o início da carreira, atua na área da sustentabilidade. Atualmente, é analista de comunicação sobre o tema na Duratex

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *