9 plantas para cultivar em casa que ajudam a tratar problemas de saúde

9 plantas para cultivar em casa que ajudam a tratar problemas de saúde
11 ago 2015

Muitas vezes a indústria farmacêutica é totalmente evitável! Com essas plantas em casa, você conseguirá usar os remédios, apenas, como plano B! Veja a lista criada pelo site Real Farmacy.

1. ALOE VERDA
Feridas, arranhões e queimadura de sol são facilmente tratadas com a planta, que precisa de muito sol e água para sobreviver.

2. MANJERICÃO
Além de tempero, é uma ótima saída para dores de cabeça. Para tirar o incomodo, basta esfregar sua folha nas suas têmporas.

3. LAVANDA
Ótima planta anti-inflamatória. Coloque suas flores em água fervente e incorpore a sua rotina de limpeza para que faça efeito.

4. ERVA CIDREIRA
Excelente repelente natural quando esfregada diretamente na pele. Mas tome cuidado, se cultivar no seu jardim, pode ser que ela domine o espaço inteiro!

5. MENTA
Seu chá alivia a ansiedade, nervoso e cólicas estomacais. Mas também é ótima para aliviar o congestionamento nasal.

6. SALSA
Se precisa dar um up no seu sistema imunológico, mastigue uma colher de chá da planta. Além de aliviar o mau hálito, turbina a defesa do seu organismo.

7. ALECRIM
Se bebeu um pouco além do que deveria, que tal experimentar um chá de Alecrim? Para cultivá-lo, é só não economizar no sol.

8. SÁLVIA
Fazer gargarejo com folhas da planta ajudam a melhorar a dor de garganta.

9. TOMILHO
Funciona como antioxidante e antisséptico. Tomar um chá de tomilho antes de ir para a cama ajuda a combater os sintomas da gripe. Só evite se estiver gestando!

Foto: Cristian Bortes/Creative Commons


 


Jéssica Miwa
Jéssica Miwa

Mãe do Gael, Googler, jornalista e cofundadora do The Greenest Post. Acredita em pequenas ações que podem mudar o mundo.

Observações

  1. […] listamos 9 plantas que ajudam a tratar de problemas de saúde e 35 plantas medicinais para não tomar remédio toda hora. Mas se mesmo assim você ainda precisa […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *